Clubeinvest.com Homepage
Indices_HP Nikkei 19054.05 -0.85% | Kuala 1746.93 -0.20% | STI 3172.95 -0.36% | HSI 24295.29 -0.40% | EURUSD: 1.3738 Registe-se ou faça Login !
Clubeinvest.com
Home Privado Fórum Acções Índices Metastock Portfolio Managers Publicações Blogs Contacto ?
Gráficos e Metastock:
Ex: EDP.LS CSCO ^NDX

Lisboa, 20 de Outubro de 2017, 07:54
Disclaimer: O Clubeinvest.com informa que nenhuma da informação aqui facultada deverá alguma vez ser entendida como conselhos ou recomendações de qualquer tipo de transacção, investimento real ou estratégia, todas as publicações presentes representam apenas a opinião pessoal dos seus autores. Exclui-se, expressamente, quaisquer responsabilidades por eventuais erros nas conclusões resultantes da leitura de artigos aqui publicados e das decisões adoptadas pelos utilizadores. Para obter apoio na gestão dos seus investimentos deverá estudar exaustivamente os activos, decidir por si próprio ou recorrer a Instituições Financeiras credênciadas pela CMVM.
Cloud Computing: O Futuro está nas Nuvens? - Artigo de Opinião
Por: Diogo Castro (0) em 2010-09-01
Ver mais comentários do mesmo Autor
Comente este artigo ou coloque uma questão
Artigo visto 8775 vezes | Acesso Livre

Cloud Computing: O Futuro está nas Nuvens?

Ao longo dos últimos anos tem-se falado cada vez mais de Cloud Computing (ou Computação em Nuvem) e acredito que se vai falar ainda mais nos anos que estão para vir.

Cloud Computing é um conceito relativamente simples de se entender, tal como o nome indica trata-se de computação na internet (as nuvens representam a internet).

O conceito é simples mas tem implicações mais complexas dependendo de como queremos olhar para ele, o exemplo mais básico de cloud computing é por exemplo uma aplicação como o Gmail ou outro serviço de webmail, em que em vez de termos um programa como por exemplo o Outlook a processar (computar) os nossos emails, esta computação é feita directamente na internet e nada fica armazenado no nosso computador com a vantagem de podermos aceder ao gmail de qualquer computador com internet.
Os serviços de email são os exemplos mais básicos numa óptica do utilizador corrente, a própria Google tem já uma série de Apps que funcionam da mesma forma, como por exemplo o Google Docs que inclui computação de folhas de cálculo, power points, PDFs, editores de texto, sendo que todas estas aplicações estão a ser processadas nas "nuvens" e não no nosso computador.

No ramo empresarial temos uma percentagem cada vez maior da computação e armazenamento de dados a ser já feita nas "nuvens", mas acima de tudo observa-se um crescimento enorme nesta tendência, por outro lado a generalidade da população ainda só tem contacto com cloud computing em meia dúzia de aplicações web mais populares (ex: gmail, google docs, etc), pelo que o percurso natural (tal como noutras tendências tecnológicas) é a massificação do conceito.

Um anúncio que explica a essência do Cloud Computing direccionado para empresas:



Este anúncio é da SalesForce (ticker: CRM), uma das muitas empresas exposta neste nicho. A CRM é provavelmente a empresa que mais se associa a Cloud Computing e como tal é das mais usadas por investidores que se quiseram expor nesta tendência até agora, olhando para o gráfico ao lado, a CRM estava a 22$ em 2008 e ainda hoje bateu um novo máximo histórico acima de 116$ (mais de 400% de subida em menos de 2 anos) elevando a sua capitalização bolsista para cima dos 15 B$ e fazendo dela já uma "big cap".

Mas como ia a dizer um pouco atrás, penso que o conceito de Cloud Computing não ficará apenas direccionado para os clientes empresariais, há vários sinais de que será globalmente massificado de uma forma idêntica à própria massificação da internet há uma década atrás. O sinal mais forte está a ser dado pela própria Google com o seu novo projecto, o Google Chrome OS. 
Para já o Google Chrome OS é "apenas" um novo sistema operativo que está a ser desenvolvido pela Google, e que entre muitas particularidades tem uma característica importante: está totalmente focado em Cloud Computing, como podemos ver no video de apresentação:



A criação de um novo sistema operativo da Google pode de uma forma simples ser visto como uma nova "dor de cabeça" para a Microsoft, mas tendo em conta as características deste sistema operativo e a tendência tecnológica actual, arriscaria que não será só a Microsoft a sofrer consequências, eventualmente no longo prazo os grandes produtores de processadores e de computadores podem eles próprios ter de reestruturar o seu modelo de negócio.

Repare-se por exemplo na recente guerra entre a Hewlett Packard (ticker: HPQ) e a Dell (ticker: DELL) para a aquisição de uma pequena empresa chamada 3Par (ticker: PAR) que está focada essencialmente em Cloud Computing. A meio de Agosto a PAR estava cotada abaixo de $10 e a DELL lançou uma oferta de $18 por acção, seguiu-se uma contra oferta da HP por $24, seguiu-se uma oferta de $24.30 da DELL, a parada subiu para os $27, neste momento a "guerra" está a ser dominada pela HP com uma oferta de $30 por acção, embora existam informações de que a DELL ainda não se deu por vencida.
No meio disto tudo as acções da PAR estão a $32.08, substancialmente acima da oferta da HP nos $30, e estão 232% acima do que cotavam há poucas semanas atrás.

O mais interessante desta "telenovela" entre a DELL e a HP é que no final apenas uma delas vai ficar com uma empresa de cloud computing, o que significa que é mais do que provável que quem perder a batalha tenha de "ir às compras" novamente, o que significa que teremos outra grande valorização noutra qualquer empresa ligada com cloud computing. Podemos até especular que não serão só a DELL e a HP que estão de olho em empresas focadas em Cloud Computing, tanto é que a maior parte de empresas directa ou indirectamente relacionadas com a área tem estado fortes tecnicamente e mostram quase todas tendências de alta primária e imunes às recentes quedas do mercado geral, isto independentemente de terem já fundamentais tradicionalmente atractivos (repare-se que a própria PAR é uma empresa que ainda dá prejuízos tal como muitas outras "coulds").

O Futuro?

Um cenário que penso ser provável daqui a uns anos, é a extinção dos computadores tal como os conhecemos hoje em dia, partindo do principio que a própria infraestrutura de internet se continuará a desenvolver e a cada vez ser mais fiável e barata, faz sentido imaginar-se que em vez de computadores tenhamos antes terminais, pequenos dispositivos ligados à internet, apenas com um teclado e um monitor, onde todo o processamento e armazenamento de dados será feito "nas nuvens" e onde o software não se "instala", subscreve-se como forma de serviço.

Uma nova Bolha

Pessoalmente acredito que partindo do Cloud Computing teremos uma nova revolução que podemos talvez comparar em escala com a revolução dos PCs nos anos 80 ou a revolução da internet que começou nos anos 90, ambas estas revoluções tecnológicas criaram bolhas especulativas à sua volta e o mesmo poderá estar de certa forma já a acontecer. 

Empresas

A Google (ticker: GOOG) parece ser uma opção óbvia neste nicho pelo menos a longo prazo, dado que vai criar talvez a base de toda esta revolução, o seu sistema operativo focado em cloud computing (Chrome OS), no entanto a Google é já um "mamute" que vale 146B$ e é talvez uma aposta conservadora para quem quer explorar a tendência. 

Empresas como a Apple (ticker: AAPL), a Cisco (ticker: CSCO) ou a Oracle (Ticker: ORCL) também estão de alguma forma posicionadas para beneficiar, mas sofrem do mesmo problema, tem já grande dimensão o que as torna apostas mais conservadoras. 

Empresas como a HP (ticker: HPQ), a DELL (Ticker: DELL), a IBM (ticker: IBM) ou até mesmo a Microsoft (ticker: MSFT) apesar de terem de lidar eventualmente com um modelo de negócio diferente e algumas adversidades provenientes desta revolução tecnológica, parecem querer começar a apostar em Cloud Computing e poderão quiçá até encontrar uma forma de se posicionar nesta tendência, embora pessoalmente não as considere interessantes neste contexto.

Depois há as mais associadas com o conceito como a SalesForce (Ticker: CRM) ou a Akamai Technologies (ticker: AKAM), já subiram 400% nos últimos 2 anos e cresceram bastante em termos de market cap, mas em bolhas anteriores observa-se muitas vezes que as empresas que subiram mais são provavelmente as que mantém os melhores prospectos de sustentabilidade. 

Como em todas as bolhas, pelo menos de um ponto de vista especulativo, o maior potencial (e risco também) reside nas pequenas empresas que cotam entre 300M$ e os 3B$ como a 3Par (ticker: PAR), que foi alvo de aquisição recentemente e que subiu 230%. Neste quadrante há um leque variado de empresas que podem beneficiar com esta tendência, não só "Cloud pure players" que podem ser alvo de aquisição, mas por exemplo empresas de software para clouds, empresas de memória RAM ou de discos, empresas de gestão de data centers, empresas de serviços especializados... qualquer empresa ligada a um área que possa ser procurada num futuro cheio de Gigantes "Server Farms" ("Quintas de Servidores") a processar e a armazenar os dados que actualmente é feito por Biliões de computadores pessoais.

Eu próprio tenho estado nos últimos meses constantemente a investigar empresas que podem encaixar neste perfil e todas as semanas tenho acrescentado tickers à minha Watch List. Não existe ainda um sector nem uma indústria chamada Cloud Computing pelo que por vezes não é fácil detectar empresas que estão ligadas com este conceito utilizando motores de pesquisa de acções. 

(Para os membros do Fórum Privado publiquei aqui a minha lista que inclui para já 44 Empresas directa ou indirectamente ligadas com Cloud Computing e disponibilizei alguns dados e estimativas que compilei para algumas delas, nos próximos tempos irei continuar a incluir novas empresas e provavelmente irei comentar mais em detalhe algumas delas em particular)

Bons Negócios,

Diogo Castro
www.clubeinvest.com
  

Nota: os comentários apresentados são meramente artigos de opinião do autor, não devendo em nenhuma circunstância ser entendidos como recomendações de compra, de venda, de sugestão estratégica ou de aconselhamento financeiro.

Comente este artigo ou coloque uma questão 8775 euros
Disclaimer: O Clubeinvest.com informa que nenhuma da informação aqui facultada deverá alguma vez ser entendida como conselhos ou recomendações de qualquer tipo de transacção, investimento real ou estratégia, todas as publicações presentes representam apenas a opinião pessoal dos seus autores. Exclui-se, expressamente, quaisquer responsabilidades por eventuais erros nas conclusões resultantes da leitura de artigos aqui publicados e das decisões adoptadas pelos utilizadores. Para obter apoio na gestão dos seus investimentos deverá estudar exaustivamente os activos, decidir por si próprio ou recorrer a Instituições Financeiras credênciadas pela CMVM.
NASDAQ 100 [^NDX]
Cotação: 6092.6157 -21.7358 (-0.3555%)
Max-Min 52 Semanas: 6129.4902 - 4647.5898
[Metastock, Gráficos e Notícias]
Capitalização Bolsista: N/A
EPS [EPS-est]: N/A [N/Ae]
PER [PER-est]: N/A [N/Ae]

Gráfico de intraday:
Últimos Artigos Publicados:
Cannot connect to the database server